Cooperja

Baixe agora nosso aplicativo!

      A Cooperja reuniu na tarde de segunda-feira (13) no auditório da Sede Administrativa em Jacinto Machado, cerca de 50 associados, entre eles: conselheiros efetivos e ex-conselheiros administrativo e fiscal, para uma tarde de conversa, conhecimento e decisões sobre o futuro da cooperativa. O último encontro aconteceu em 2017 e devido a pandemia o encontro que seria realizado em 2020 não aconteceu, sendo adiado para este ano.

       Desde de 2014, a diretoria promove esses encontros para fortalecer ainda mais a participação dos associados, em todos os assuntos que envolvem a cooperativa.

      A tarde ainda foi regada de muito conhecimento, exemplo de superação e sucesso com a palestra de Marcelo Prado, que abordou o tema “Excelência em gestão de cooperativas agro”. Segundo Prado Cooperativa forte, precisa ter cooperado forte e vice-versa, mas nem sempre é real, principalmente em épocas economicamente tumultuada, como a que estamos vivendo, onde as informações correm rapidamente e precisa estar alinhada com todo o contexto mundial.

       Não existe receita pronta, nem tudo que os associados querem, a cooperativa pode fazer. Essa liderança precisa estar atenta. “Os modelos de distribuição de sobras devem ser revistos, pois as cooperativas para fazerem frente às necessidades de investimento não poderão continuar distribuindo grande parte de seus resultados aos cooperados”, destaca Prado.

      Fala também que muito pode ser feito para gerar progresso nas cooperativas, ressalta as macrotendências mundiais para o agro, efetividade na liderança, estratégia empresarial e desafios dos líderes.

      Para o presidente da Cooperja Vanir Zanatta, esses encontros vão muito além das decisões tomadas. “Houve uma confraternização, um encontro de amigos e muita informação, Marcelo Prado, mesmo sem visão enxerga longe, está sempre conectado e tenho certeza que foi de grande valia para nossa liderança presente. Foram 4 horas de conversa franca, aberta e direta, puderam dar sugestões, ajudar a definir novas regras e ou dar respaldo as regras já existentes”, pondera Zanatta.

    O presidente ainda fala que a Cooperja continua buscando ajustar os três chapéus junto a seus associados e associadas, de fornecedor, cliente e dono. Onde sempre procura os melhores preços, atendimento e resultados, e a cooperativa precisa manter o equilíbrio desses valores, para continuar crescendo e desenvolvendo todas as áreas e regiões onde atua. “Agradeço muito aos associados(as) que que estiveram conosco, com certeza saímos mais fortes que chegamos”, declara Vanir. 

Levamos as notícias até você

Cadastre seu e-mail e nós enviaremos as notícias e
acontecimentos da Cooperja. Fique bem informado!

Cooperja e os cookies: Usamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Baixe agora nosso aplicativo!